Consórcio de Veículos: Guia para iniciantes

A união de pessoas físicas ou jurídicas que possuem um objetivo comum de formar uma única poupança para adquirir um bem é denominada consórcio. Os veículos são uma classe de bens que podem ser objeto de consórcio, e nela se incluem automóveis, caminhões, ônibus, tratores, barcos, embarcações, máquinas, equipamentos e aeronaves. Quer saber como funciona o consórcio de veículos? Acompanhe!

O que é consórcio de veículos?

O consórcio de veículos é aquele destinado à aquisição de carros, caminhões, tratores, lanchas, motores de popa, triciclo, entre outros. Por um tempo pré-definido no contrato de consórcio, você e outras pessoas integrarão um grupo, gerido por uma administradora. Mensalmente, haverá o pagamento da parcela e a contemplação de uma ou mais cotas do seu grupo de consórcio. Quando o contemplado receber a carta de crédito, ele escolherá o modelo do seu veículo e repassará à administradora, responsável por efetuar a compra. Ou seja, o dinheiro não cai na conta do consorciado. É possível escolher o bem de todas as marcas e modelos, modificar o modelo do veículo desejado, desde que não seja bem de outra categoria, como imóvel ou serviço. Se, por exemplo, você entrou no consórcio de um carro de luxo, ao ser contemplado, poderá optar por um modelo mais barato. O restante do crédito poderá ser utilizado na quitação das demais parcelas do consórcio, no pagamento de IPVA ou do seguro. Se for a operação inversa, será preciso completar o valor do carro com o próprio dinheiro.

Como funciona?

As etapas de consórcio de veículos são bem definidas. A princípio, o interessado passa a participar de um grupo. Em seguida, começa a pagar as prestações. Em algum momento, ocorre a contemplação. Falemos melhor de cada uma dessas etapas!

Participação em grupo

O grupo de consórcio é a formalização da união de pessoas em torno do mesmo objetivo, que é a aquisição de um veículo. Uma administradora será a responsável por formar, regulamentar e fazer a gestão desse grupo. Ela deve ser autorizada pelo Banco Central do Brasil, que fiscaliza a atividade. Assim, é possível garantir a regularidade do consórcio. O interessado pode participar de um grupo que ainda está em formação, ou seja, que a administradora está reunindo os participantes. Poderá, também, ingressar em um grupo em andamento, que já está operando, por meio de cota vaga (diretamente com a administradora) ou cota de transferência (com o consorciado). O grupo funcionará pelo tempo necessário para que todos os consorciados sejam contemplados. No consórcio de veículos, o interessado pode participar de um grupo voltado a um determinado valor. Conforme a opção, o valor das prestações é estabelecido.

Prestações

As prestações de um consórcio destinam-se a cobrir os custos com fundo comum (poupança), taxa de administração geral, seguro (se existir) e fundo de reserva (se existir). A soma de todos esses valores é dividido pelo prazo de duração do grupo para se ter o valor da prestação de cada consorciado. Este valor pode ser reajustado se o preço do bem sofrer alterações. As prestações serão suficientes para que todos os consorciados tenham uma carta de crédito no valor do bem que desejam. Alguns contratos de consórcio de veículos possuem normas de antecipação de parcelas. É comum que ela ocorra quando há a contemplação do consorciado, momento em que ele recebe o veículo. A antecipação também pode ocorrer se o interessado quiser quitar prestações vincendas para aliviar o total. Vale destacar que isso não garante a contemplação. No caso de quitação, o consorciado deverá pagar o restante do saldo devedor. Assim, encerra sua participação do grupo do consórcio e se libera das garantias.

Contemplação e utilização do crédito

A contemplação é o momento em que se disponibiliza atribui o crédito ao consorciado para que ele adquira seu veículo. Ela ocorre mensalmente nas assembleias gerais ordinárias e pode se dar por meio de sorteio ou lance. O sorteio é o momento em que todos concorrem em igualdade de condições. É comum que ele seja feito utilizando os números dos sorteios da Caixa Econômica Federal. O lance é o momento semelhante a um leilão, em que os consorciados oferecem lances para serem contemplados. Em caso de lances iguais, ocorre um sorteio entre eles ou é escolhido o número da cota mais próximo do número sorteado pelo sorteio da Caixa Econômica Federal. Quando o consorciado é contemplado em um consórcio de veículos, ele apresenta as garantias contratuais para receber sua carta de crédito e adquirir o veículo objeto do consórcio. Essa garantia pode ser o próprio veículo a ser adquirido ou não. Neste momento, ele pode escolher o fornecedor que desejar. Também poderá optar por comprar um bem diferente, desde que esteja no mesmo segmento definido no contrato.

Vantagens do consórcio de veículos

Muitas pessoas aderem ao consórcio de veículos para realizar um sonho. Porém, se ele não fosse vantajoso, escolheria outras formas para atingir esse objetivo. Veja as principais vantagens desse tipo de consórcio!

Custos operacionais reduzidos

Conforme dito anteriormente, o consorciado paga o valor do bem, acrescido dos custos operacionais. Essas taxas são baixas, especialmente se as comparamos aos demais modos de aquisição de veículos, como o financiamento bancário, cujo pagamento é diluído no prazo total. A taxa paga à administradora gira em torno de 10% a 20% do valor total da cota. O fundo de reserva, que mantém o grupo funcionando em caso de inadimplência dos consorciados, varia entre 1% e 2%, podendo chegar a 5%. Além disso, não incidem juros no consórcio, ao contrário do financiamento, por exemplo.

É um tipo de investimento

O fundo comum formado pelos consorciados se assemelha a uma poupança, que é corrigida monetariamente. Por isso, o consórcio de veículos pode ser considerado um investimento. Além disso, é uma boa alternativa para quem não consegue ter disciplina para fazer uma economia mensal.

É fiscalizado pelo Banco Central do Brasil

Muitas formas de aquisição de bens lidam com o risco da operação. Mas o consórcio de veículo é gerido por uma administradora autorizada e registrada no Banco Central do Brasil. O órgão se responsabiliza pela normatização e fiscalização das administradoras e fornece em seu site uma consulta com dados importantes sobre elas.

Adequa-se ao orçamento do consorciado

Cada consorciado poderá escolher o valor das prestações a serem pagas no consórcio de veículos. Assim, é possível enquadrar a operação dentro do orçamento, podendo aumentar ou diminuir o valor da cota de consórcio antes de ser contemplado.

Assemelha-se à compra à vista

O consorciado contemplado recebe uma carta de crédito no valor total do bem, podendo efetuar uma compra à vista de seu veículo. Isso melhora as condições do negócio, já que aumenta o poder de barganha.

Cuidados ao assumir um consórcio de veículos

Antes de entrar em um consórcio de veículos, o interessado deve adotar uma série de cuidados para que não seja enganado durante a operação. Veja algumas dicas:

Contrate o consórcio de veículos com uma empresa especializada, que poderá dar segurança e assessoria por toda a duração do consórcio (escolha da administradora e grupo, assessoria no planejamento do lance de contemplação, compra do bem);

Certifique-se que a administradora está registrada no Banco Central do Brasil;
Veja o prazo de duração do consórcio de veículos, que varia normalmente entre 50 e 110 meses;
Leia o contrato de adesão, pois nele constam os direitos e obrigações do consorciado e da administradora.
O consórcio de veículos é uma forma vantajosa de aquisição de um bem, se comparado ao financiamento. Com todas essas informações, você já está pronto para dar um passo em direção à realização dos seus sonhos!

Caso precise de ajude para encontrar a melhor solução de consórcio para você, entre em contato com a Domum Consórcios!

WhatsApp Precisa de ajuda? Clique aqui!